Apresentação


A rede de pesquisa “História e Catolicismo no Mundo Contemporâneo” foi criada em julho de 2015 a partir dos diálogos acadêmicos que reuniram os historiadores Cândido Rodrigues, Gizele Zanotto, Renato Amado Peixoto e Rodrigo Coppe Caldeira. Os primeiros contatos tiveram início em razão da organização de Simpósio Temático na Anpuh de 2011, em São Paulo, continuaram por meio de parceria na Anpuh de 2013, em Natal, e se consolidaram na Anpuh de Florianópolis em 2015. A continuidade e a proficuidade dos debates, trocas e produções acadêmicas, bem como a proximidade dos esforços e dos objetivos levados a cabo por esses pesquisadores e pelos respectivos grupos de pesquisas que lideram, foi o elemento motivador para a criação da rede. O esforço de formação de recursos e de produção científica, colocado em prática por um corpo sólido de professores pesquisadores, junto aos seus orientandos no doutorado e mestrado, guia igualmente a habilitação da rede a apresentar-se como referência na área de estudos de história do catolicismo.

Nossa rede de pesquisa está articulada a partir da reunião das premissas que orientam os grupos que a compõem. A primeira delas decorre do interesse em investigar as relações entre catolicismo e política no mundo contemporâneo, notadamente no período compreendido entre o final do século XIX e início do século XXI, se inserindo portanto, também, no âmbito do estudo da História do Tempo Presente. A segunda premissa orienta-se para o estudo da interação entre perspectivas teórico-metodológicas com análises empíricas e busca compreender como as suas repercussões incidem no perceber e compreender as relações sociais e históricas. Por fim, destacam-se as investigações voltadas para compreender as relações entre religião, tradição e modernidade, a partir da interação entre história, ciências sociais e as ciências da religião.

Foi na busca do desenvolvimento destas premissas que os líderes da rede pensaram igualmente em integrar a ela pesquisadores já consolidados mas também jovens historiadores. Estes desenvolvem trabalhos num âmbito bastante abrangente que revela as diversidades de temáticas, objetos, fontes, espacialidades e métodos no tratar do catolicismo e dos fenômenos a ele atinentes. Por vezes restam dispersos tanto no Brasil quanto na América do Sul à espera de espaços como a rede, para igualmente poderem avançar seus diálogos científicos.

A partir das premissas constituidoras da Rede seus líderes também têm por objetivo consolidar os diálogos e as trocas acadêmicas com pesquisadores e instituições do exterior. Esta tarefa tem se revelado produtiva, em especial, por meio da participação em eventos e em publicações científicas conjuntos, tais como as coletâneas Intelectuais e Militância Católica no Brasil (2013), Sociabilidade intelectual católica no Brasil e na Argentina (2014) e Manifestações do pensamento católico na América do Sul (2015), que já contam com a participação de pesquisadores do Brasil e da América Latina. Estas parcerias revelam sua preocupação em trabalhar temas chave, junto com perspectivas integradoras. Nestes termos, e buscando alocar e reunir recursos e subsídios que permitam à rede consolidar-se como um centro produtor e disseminador de conhecimento teórico e empírico, temos igualmente, expandido seus contatos e diálogos por meio de parcerias já iniciadas com instituições e pesquisadores de países como Brasil, Argentina, Chile, Peru, México, Canadá, Cuba, Alemanha e França.

Por fim, sua proposta maior é contribuir para a consolidação do campo de pesquisas de História do Catolicismo, considerado em suas singularidades e problemáticas espaço-temporais.

 

 

 

Rede de Pesquisa - História e Catolicismo no Mundo Conteporâneo - 2015